Win/Loss: descubra como as escolhas dos clientes podem melhorar suas vendas!

Cleberson Santos

Cleberson Santos

Comemorar o cliente conquistado ou lamentar o cliente perdido. Esta é a reação comum dos vendedores após a finalização de um negócio. Claro, sabemos que o calor da emoção ou até mesmo a alta demanda impede que consigamos fazer uma análise dos porquês de uma venda ou de um “não”. Porém, é importante! E é por isso que existe o Win/Loss.

A ideia desta metodologia é usar o feedback dos clientes para conseguir mais vendas e evitar novas perdas. Nós conversamos com a Daniela Benetti, sócia-fundadora da Maena Inteligência Analítica e professora da Live University, que nos contou como é feita essa análise, que tipo de informações devem ser verificadas e por que esta metodologia não deve ser comparada com uma simples pesquisa de satisfação. Confira a entrevista!

Por que é o win/loss é um processo tão necessário para a pós-venda?

Principalmente porque, com o relacionamento junto aos clientes e imersos nos processos do dia a dia, os vendedores nem sempre conseguem captar corretamente os benefícios que fizeram os clientes optarem por aquela empresa/produto e, sobretudo, as lacunas que o fizeram escolher pela concorrente, além do preço.

Toda a equipe comercial (todo mundo na verdade) tende a observar com mais facilidade aquilo que lhe é comum e conhecido, influenciados inclusive por sua própria opinião e defesa dos serviços/produtos negociados. O Win/Loss é, portanto, uma ferramenta que torna processual a exposição às opiniões dos clientes, sejam boas ou ruins, abrindo espaço para entrada de novos e reais conhecimentos.

Como uma análise win/loss é feita?

Pouco tempo depois do término de um processo comercial (em qualquer fase do funil de vendas, não necessariamente apenas com o fechamento de um negócio) alguém deve entrar em contato com aquele cliente e questionar aspectos de produto e serviço que o fizeram tomar aquela decisão (de fechar ou não o negócio). É um método qualitativo de pesquisa com o cliente, feito a partir de entrevistas individuais.

Quais as informações que devem ser pesquisadas para realizar uma boa análise?

Deve-se conseguir captar todos os atributos que compuseram a árvore de decisão daquele cliente. Pode-se entender: como chegou até a empresa, o que ele viu de diferencial na produto oferecido, o que o produto/serviço não atendia, qual a principal razão para ele ter optado (ou não) pela empresa, com quais concorrentes ele eventualmente falou, o que ele viu de melhor na concorrência, o que ele esperava e se for surpreendido por alguma coisa (tanto em produto quanto em atendimento/serviço, positiva ou negativamente) e até sondar intenções futuras.

O sucesso do Win/Loss é justamente o planejamento deste roteiro de entrevista, o pensar quais informações queremos obter do cliente para poder ajustar produtos e processos visando aumento nas taxas de conversão.

Por que uma análise win/loss é diferente de uma pesquisa de satisfação?

Porque o principal foco da pesquisa de satisfação é entender os erros e acertos cometidos ao longo da jornada do cliente e o impacto dessa experiência na relação geral com a empresa. O Win/Loss tem foco totalmente comercial e não busca entender necessariamente se o cliente gostou ou não da experiência que teve, mas o que o levou a tomar aquela decisão (de fechar ou não o negócio) em busca dos diferenciais e eventuais falhas do negócio (com foco sobretudo no produto/serviço e processo comercial).

O que é possível traçar de estratégia após uma análise win/loss bem executada?

Melhorar produtos, serviços e processos de tal forma a aumentar as taxas de conversão, tendo em vista que se sabe o que faz o cliente comprar ou não de nós.

Por que é recomendado que o próprio vendedor não faça a pesquisa?

Pela questão do relacionamento e dos pré-conceitos que ele mesmo tem em relação ao cliente e a oferta negociada. Às vezes o vendedor, por causa deste viés, pode subestimar ou superestimar a importância de alguma informação para o cliente, como se ele achasse que sabe o que o cliente quer… As vezes ele sabe mesmo, pois tem a sua experiência, mas pode acontecer de não.

Existem outras métricas que podem ser utilizadas para mensurar o desempenho das oportunidades?

Pode-se mensurar o desempenho do funil comercial por meio dos indicadores de conversão mesmo, mas eles não trazem os porquês dos resultados (são quantitativos). O Win/Loss trabalha associado a estes indicadores, agregando o valor qualitativo, com as justificativas.

Você pode gostar também:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Acompanhe as tendências do mercado!

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por e-mail

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

MBA Online

O virtual mais real que você já viu! O formato online da LiveU acontece ao vivo e durante as aulas é possível tirar suas dúvidas...

Prêmio Confeb 2019

Mulheres foram destaque no Prêmio Confeb 2019. Organizado pela LiveU, o evento reuniu grandes profissionais das áreas Fiscal...

Reforma Tributária

A Reforma Tributária é um dos assuntos mais em alta no país. E para falar sobre o futuro dos tributos no Brasil, Alex Leite...

Congresso LATAM

Já pensou em aplicar Inteligência Artificial nos seus negócios? Atenção, porque muita gente já começou!

Meios de pagamento

Saindo do clássico boleto, os novos Meios de Pagamento representam o jeito mais simples e tecnológico de pagamento...

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!