Você resiste a tecnologia? Saiba o que sua empresa está perdendo

Viviane Burdinski

Viviane Burdinski

Atualmente, é difícil pensar em grandes corporações que não utilizam a tecnologia para facilitar os processos internos e tomadas de decisão. A automação pode reduzir custos, criar agilidade e trazer ganhos significativos na produtividade. Porém, ao contrário do que se pensa, muitas vezes existe uma grande resistência para implementar esses projetos. O alto investimento, a necessidade da mudança de cultura organizacional e a carência em capacitação para os colaboradores são alguns dos motivos apontados para resistir à mudança. 

Com isso, na maioria das vezes, um projeto é iniciado para resolver uma demanda urgente, quando todos os motivos apontados acima já não se sobressaem a necessidade de automação. De acordo com Gérson Schmitt, fundador da Paradigma Business Solutions, conta que a experiência de décadas prestando serviço nessa área ensinou que “a maioria das empresas não entram no projeto por uma questão de visão. Elas confundem tempo com método. Querem tudo de uma vez só e rápido”, aponta. 

O método para o sucesso com um projeto de tecnologia

 

A divisão em várias entregas é uma das maneiras de garantir que o projeto seja implementado, sem que a pressão pelo prazo comprometa a qualidade. Se comprometer com uma entrega menor primeiro, faz com que já seja possível ver algum resultado, mesmo que pequeno, e assim é possível rodar o restante do plano de forma gradual. Esse método já é utilizado no setor de tecnologia há muitas décadas, mas ainda não é tão comum fora dele. 

Doriedson Fernandes, gerente de logística da Bombril, conta que chegou a colocar o seu cargo em risco para garantir a automação da gestão no grupo. “O desafio de automatizar toda a parte de transporte da Bombril era necessário. Chegou num ponto que eu vi que se a gente não fizesse isso, em menos de seis meses (e não em dez anos), iríamos sofrer por não acompanhar o básico do mercado naquele momento”, relata. Quase sempre é necessário que algum gestor assuma a responsabilidade pelo processo, mas os resultados são incríveis e no fim, acaba valendo muito a pena insistir. 

Clique aqui para assistir o debate na íntegra

 

Você pode gostar também:

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

Supply Talks#02

No Supply Talks#02, os hosts Alex Leite e Cássio Azevedo tiveram um bate-papo com a convidada Mônica Granzo, Founder e CEO da Smarkets.

LiveCast#62

No LiveCast#62, os hosts Henrique Gasperoni e Alex Leite tiveram um bate-papo com a convidada Mariel Orsi Gameiro, Conselheira no CARF e com o co-host Ronaldo Apelbaum, CEO e Sócio Fundador da APGI Advogados

Supply Talks#01

No Supply Talks#01, os hosts Alex Leite e Henrique Gasperoni tiveram um bate-papo com o convidado Eduardo Nishimoto, Head Comercial e BU Supply na Autopel, empresa focada em prover soluções para automação em suprimentos.

3 PRINCÍPIOS para desenvolver novas competências com Alex Leite

Discutido por pensadores e profissionais, a competência é a capacidade resultante de profundo conhecimento que alguém domina sobre certo assunto, gerando benefícios para uma pessoa ou organização. Mas você sabe como adquiri-la?

Pico-fim e a experiência do cliente com Rafael Scucuglia

A experiência do cliente, de forma resumida, pode ser definida como um conjunto de emoções vividas pelo consumidor nas interações com a empresa, produto, marca ou serviço, ao longo de sua jornada. Mas, como saber a relevância dessas interações na memória do cliente, quando precisam ser acessadas para tomar novas decisões?

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!

🚀 O evento começa em:

Dias
Horas
Minutos