Visão Estratégica da Cultura de Dados em Saúde

Viviane Burdinski

Viviane Burdinski

Fundado em 1926, o Grupo Fleury atua nos setores de medicina e saúde, com mais de 216 unidades de atendimento. Fazem parte do conglomerado as marcas: Fleury Medicina e Saúde, a+ Medicina Diagnóstica, Laboratório Weinmann, Labs a+, Clínica Felippe Mattoso, Diagnoson a+, Weinmann Serdil, Instituto de Radiologia, Campana, Cedire, Centro de Patologia Clínica, Diagmax, LAFE, Inlab, Papaiz e SantéCorp.

Em 2020, alinhado ao planejamento estratégico, a companhia solidificou uma célula dedicada à geração de valor e conhecimento científico por meio de dados, chamado Grupo de Ciência de Dados e Bioinformática.  

Ecossistema de Inovação em Dados

Em parceria com outras empresas muito conhecidas no mercado de tecnologia, como o Google e a Amazon, o Grupo iniciou um ecossistema de inovação em dados. “Nosso objetivo é trazer cada vez mais digitalização do processo de geração de laudos, e auxiliar o médico no seu diagnóstico. Dar mais segurança para o paciente e trazer mais qualidade para o processo”, explica Wesley Heleno Prieto, Head of Data Science and Bioinformatics no Grupo Fleury.

Através da integração e desenvolvimentos conjuntos com as áreas técnicas e científicas do Fleury e parceiros internos, é possível criar uma visão estruturada dos dados para produção científica. Dessa forma, é possível definir alterações metodológicas, controle de qualidade e processos, além da criação de novos produtos e negócios. 

Trabalhar com a inteligência artificial pode trazer inúmeros benefícios para o ambiente de negócios. O embasamento com o cruzamento de informações, traz uma assertividade que seria praticamente impossível para o cérebro humano. Saber utilizar a tecnologia é certamente um dos grandes diferenciais no meio competitivo em que vivemos. 

Clique aqui para assistir a palestra na íntegra

 

Você pode gostar também:

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

Supply Talks#02

No Supply Talks#02, os hosts Alex Leite e Cássio Azevedo tiveram um bate-papo com a convidada Mônica Granzo, Founder e CEO da Smarkets.

LiveCast#62

No LiveCast#62, os hosts Henrique Gasperoni e Alex Leite tiveram um bate-papo com a convidada Mariel Orsi Gameiro, Conselheira no CARF e com o co-host Ronaldo Apelbaum, CEO e Sócio Fundador da APGI Advogados

Supply Talks#01

No Supply Talks#01, os hosts Alex Leite e Henrique Gasperoni tiveram um bate-papo com o convidado Eduardo Nishimoto, Head Comercial e BU Supply na Autopel, empresa focada em prover soluções para automação em suprimentos.

3 PRINCÍPIOS para desenvolver novas competências com Alex Leite

Discutido por pensadores e profissionais, a competência é a capacidade resultante de profundo conhecimento que alguém domina sobre certo assunto, gerando benefícios para uma pessoa ou organização. Mas você sabe como adquiri-la?

Pico-fim e a experiência do cliente com Rafael Scucuglia

A experiência do cliente, de forma resumida, pode ser definida como um conjunto de emoções vividas pelo consumidor nas interações com a empresa, produto, marca ou serviço, ao longo de sua jornada. Mas, como saber a relevância dessas interações na memória do cliente, quando precisam ser acessadas para tomar novas decisões?

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!

🚀 O evento começa em:

Dias
Horas
Minutos