Qual o perfil ideal do profissional de Supply Chain para a Era Digital?

Viviane Burdinski

Viviane Burdinski

A Era Digital trouxe transformações significativas para todos os setores. Muitos se sentem inseguros com os avanços tecnológicos. O pensamento de que as máquinas vão substituir as pessoas tem o seu fundo de vontade, mas é importante lembrar que qualquer tecnologia sempre vai precisar dos seres humanos para existir. A questão aqui é compreender quais as habilidades necessárias para se adequar. De acordo com  Claudio Marcos Ferreira- Supply Management Director na Sodexo, existem oito aspectos fundamentais a serem considerados no perfil do profissional moderno. 

Resolução de problemas complexos: Habilidade para resolução de problemas imprevistos e abstratos em ambientes com alta volatilidade e complexidade. Seja parte da solução e não dos problemas.

Pensamento crítico: Aplicando o uso da lógica se do raciocínio a fim de identificar os pontos fortes e fracos de determinadas soluções, chegando a conclusões e escolhendo abordagens para os problemas. Na era da informação o pensamento crítico é essencial para destilar o que é confiável e relevante daquilo que é falso ou meramente publicitário. 

Criatividade e inovação: A partir da geração de ideias atípicas e perspicazes sobre um dado tópico ou situação, ou de formas criativas para desenvolver melhorias e resolver problemas. 

Gestão de pessoas: Através da motivação, inspiração e do desenvolvimento das equipes, identificando o melhor perfil para determinada posição, levando em conta a elevação da produtividade e as necessidades dos colaboradores.  

Colaboração: Buscando adequação de ações individuais às ações do grupo. O conjunto de habilidades interpessoais é outro diferencial com relação aos aparatos tecnológicos, especialmente quando em prol do compartilhamento de conhecimento benéfico para os resultados da empresa. 

Inteligência emocional e social: Outra habilidade que difere os homens das máquinas, tendo a empatia como uma de suas ferramentas. 

Discutir, decidir e apoiar: Não basta acessar dados e informações e interpretá-los, mas também importa a análise profunda das informações e a tomada de decisões estratégicas.

Orientação de serviço: Constante busca por ajudar as pessoas, através de pesquisas sobre o consumidor e suas preocupações, orientando produtos e serviços à realidade de seu produto.

Ainda de acordo com Claudio, de todos esses aspectos, é preciso ressaltar a importância da inteligência emocional e social. ”Todos nós temos inimigos internos que precisamos conhecer. O autoconhecimento é o primeiro passo”, ressalta. Compreendendo quais os gatilhos que te impulsionam e te desequilibram, é possível olhar para a sua relação com as outras pessoas e encontrar uma metodologia para o trato com os clientes internos. 

 Ainda de acordo com Claudio, de todos esses aspectos, é preciso ressaltar a importância da inteligência emocional e social. ”Todos nós temos inimigos internos que precisamos conhecer. O autoconhecimento é o primeiro passo”, ressalta. Compreendendo quais os gatilhos que te impulsionam e te desequilibram, é possível olhar para a sua relação com as outras pessoas e encontrar uma metodologia para o trato com os clientes internos. 

Clique aqui para assistir a palestra na íntegra

Você pode gostar também:

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

Supply Talks#02

No Supply Talks#02, os hosts Alex Leite e Cássio Azevedo tiveram um bate-papo com a convidada Mônica Granzo, Founder e CEO da Smarkets.

LiveCast#62

No LiveCast#62, os hosts Henrique Gasperoni e Alex Leite tiveram um bate-papo com a convidada Mariel Orsi Gameiro, Conselheira no CARF e com o co-host Ronaldo Apelbaum, CEO e Sócio Fundador da APGI Advogados

Supply Talks#01

No Supply Talks#01, os hosts Alex Leite e Henrique Gasperoni tiveram um bate-papo com o convidado Eduardo Nishimoto, Head Comercial e BU Supply na Autopel, empresa focada em prover soluções para automação em suprimentos.

3 PRINCÍPIOS para desenvolver novas competências com Alex Leite

Discutido por pensadores e profissionais, a competência é a capacidade resultante de profundo conhecimento que alguém domina sobre certo assunto, gerando benefícios para uma pessoa ou organização. Mas você sabe como adquiri-la?

Pico-fim e a experiência do cliente com Rafael Scucuglia

A experiência do cliente, de forma resumida, pode ser definida como um conjunto de emoções vividas pelo consumidor nas interações com a empresa, produto, marca ou serviço, ao longo de sua jornada. Mas, como saber a relevância dessas interações na memória do cliente, quando precisam ser acessadas para tomar novas decisões?

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!

🚀 O evento começa em:

Dias
Horas
Minutos