Plano de carreira – Ainda faz sentido ter um?

Viviane Burdinski

Viviane Burdinski

Se você tem 30 anos ou mais, provavelmente já ouviu falar em plano de carreira, inclusive se baseou nele na hora de escolher as empresas em que gostaria de trabalhar. Realidade completamente diferente para quem pertence  a geração Z (pessoas nascidas, entre a segunda metade dos anos 1990 até o início do ano 2010). A forma de enxergar a carreira profissional varia muito de acordo com cada geração. 

Se para os baby boomers (nascidos entre 1946 e 1964) existe uma extrema fidelidade ao local de trabalho, visando uma ascensão profissional; na geração Z o que encontramos são pessoas completamente realistas e competitivas. Nesse caso, a carreira é o propósito, não importando muito em qual empresa ela irá se desenvolver. São extremamente desapegados e valorizam a agilidade e flexibilidade. 

Já para a geração Y (nascidos nos últimos anos da década de 1970 até o início da década de 1990), existe uma valorização das experiências. Constituir uma família não é considerado prioritário. Primeiro vem a necessidade de viver diferentes experiências. São pessoas mais abertas a oportunidades, buscam valorização e costumam ter múltiplas carreiras. 

 

Plano de carreira: coisa do passado? 

 

Portanto, para as novas gerações, o plano de carreira tradicional é algo que não faz mais sentido. Nesse caso, é muito mais interessante falar em trilha de carreira. Nessa modalidade, o foco é o colaborador e não o setor em que ele atua. “É muito mais interessante estar em ambiente corporativo em que você consegue transitar por carreiras diferentes do que pensar que só porque você iniciou sua carreira em RH vai ter que ficar sempre em RH”, afirma Patrícia Rosado Diretora de RH na Bamin. 

Fica cada vez mais clara a tendência de tirar o foco da empresa. Os profissionais estão se apropriando das suas carreiras e entendendo que o local de trabalho atua como um apoiador para que ele possa desenvolver o seu potencial. Ter o colaborador como protagonista muda completamente a atuação do setor de Recursos Humanos. É necessário se atualizar para que o mundo corporativo possa oferecer o melhor ambiente para essa nova geração.  

Clique aqui para conferir  palestra na íntegra!

Você pode gostar também:

Acompanhe as tendências do mercado!

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por e-mail

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

MBA Online

O virtual mais real que você já viu! O formato online da LiveU acontece ao vivo e durante as aulas é possível tirar suas dúvidas...

Prêmio Confeb 2019

Mulheres foram destaque no Prêmio Confeb 2019. Organizado pela LiveU, o evento reuniu grandes profissionais das áreas Fiscal...

Reforma Tributária

A Reforma Tributária é um dos assuntos mais em alta no país. E para falar sobre o futuro dos tributos no Brasil, Alex Leite...

Congresso LATAM

Já pensou em aplicar Inteligência Artificial nos seus negócios? Atenção, porque muita gente já começou!

Meios de pagamento

Saindo do clássico boleto, os novos Meios de Pagamento representam o jeito mais simples e tecnológico de pagamento...

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!