O líder na Era Digital – Qualidades e características fundamentais

Viviane Burdinski

Viviane Burdinski

A era digital já começou faz tempo. Para as grandes corporações, a chegada da tecnologia trouxe muito mais do que avanços técnicos e capacidade de análise mais profunda de dados. A tecnologia mudou as pessoas, e consequentemente, mudou também o mercado de trabalho. 

Diante desse novo mundo, que tipo de atitudes de liderança podem auxiliar na evolução dos profissionais da sua equipe? Fomos buscar essa resposta dentro de uma das maiores fabricantes de chocolates do mundo: Hershey’s

A Hershey’s é uma marca americana que chegou ao Brasil em 1998. Desde então ela tem conquistado os corações tupiniquins e expandido seu alcance com novos produtos no setor de alimentos. 

Com uma visão bem inovadora, a Hershey’s incentiva uma gestão mais moderna. “Um exemplo interessante, foi na parte de logística. Fizemos parceria com uma empresa concorrente. Percebemos que estar com  a outra empresa traria ganhos para ambas as partes, e isso é o que importa”, revela Ana Maria Costa, Diretora de RH na Hershey Company

As três características do líder Hershey’s

 

 Baseado na missão e valores da companhia, foram definidas as três características principais para um líder na Hershey’s. E desde então, esses foram os atributos trabalhados para desenvolvimento dos colaboradores que comandam suas equipes:

  • Despertando paixão– Existe uma grande diferença entre apresentar um projeto e delegar tarefas para o resultado esperado, e solicitar a ajuda da equipa para desenvolver o projeto. Possibilitar ao colaborador fazer parte da construção de algo, desperta nele a paixão pelo processo de formação. O funcionário não é visto como um mero executor.  
  • Energizando equipe– Somos pessoas diferentes e reagimos de forma diferente a cada situação e estímulo. É papel do líder conhecer a sua equipe e entender quais gatilhos funcionam melhor com cada um. E claro, para transmitir energia é necessário que você mesmo esteja energizado. Conseguir encontrar a motivação para você mesmo é o passo principal para desenvolver essa característica. 
  • Apontando o caminho– Não basta apontar o caminho e dizer para a pessoa que o siga. É de extrema importância aprender a construir o caminho de forma coletiva. É necessário ser um bom ouvinte para considerar a opinião de todos, e, ao mesmo tempo, saber peneirar quais ideias são pertinentes para o momento. 

Estar a frente de uma equipe não é fácil, mas certamente traz os seus frutos. É importante nunca se esquecer do mais importante: no fim das contas, você está lidando com vidas e pessoas se conectam com pessoas.

Clique aqui para conferir a palestra na íntegra!

 

Você pode gostar também:

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

Supply Talks#02

No Supply Talks#02, os hosts Alex Leite e Cássio Azevedo tiveram um bate-papo com a convidada Mônica Granzo, Founder e CEO da Smarkets.

LiveCast#62

No LiveCast#62, os hosts Henrique Gasperoni e Alex Leite tiveram um bate-papo com a convidada Mariel Orsi Gameiro, Conselheira no CARF e com o co-host Ronaldo Apelbaum, CEO e Sócio Fundador da APGI Advogados

Supply Talks#01

No Supply Talks#01, os hosts Alex Leite e Henrique Gasperoni tiveram um bate-papo com o convidado Eduardo Nishimoto, Head Comercial e BU Supply na Autopel, empresa focada em prover soluções para automação em suprimentos.

3 PRINCÍPIOS para desenvolver novas competências com Alex Leite

Discutido por pensadores e profissionais, a competência é a capacidade resultante de profundo conhecimento que alguém domina sobre certo assunto, gerando benefícios para uma pessoa ou organização. Mas você sabe como adquiri-la?

Pico-fim e a experiência do cliente com Rafael Scucuglia

A experiência do cliente, de forma resumida, pode ser definida como um conjunto de emoções vividas pelo consumidor nas interações com a empresa, produto, marca ou serviço, ao longo de sua jornada. Mas, como saber a relevância dessas interações na memória do cliente, quando precisam ser acessadas para tomar novas decisões?

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!