Imagem nova economia digital

10 dicas para se adaptar à nova economia digital

Raffael Lodo

Raffael Lodo

A Economia Digital não se resume só em tecnologia, é sobre mudar costumes e pensamentos, sejam eles relacionados ao trabalho ou ao consumo de produtos e serviços.

De acordo com a Forbes, 70% dos esforços focados para a Transformação Digital corporativa fracassam por serem mal planejados e sem inspiração. Diante desse número, podemos perceber que os passos práticos para criar uma Economia Digital não são complicados, e sim mais difíceis de crer e muitas vezes desconfortáveis de começar. Afinal, você está saindo da sua zona de conforto!

É preciso entender que a Transformação Digital não é um conceito para o futuro, o momento é agora! A necessidade de fazer mais com menos (lean startup), manter o olhar centrado no cliente e sobressair à frente dos concorrentes são características fundamentais para fazer o negócio continuar crescendo e se adaptando às mudanças.

Transformar a sua empresa digitalmente leva tempo e consome recursos! Mas antes que o desânimo chegue por aí, não são só as grandes organizações que podem implantar uma transformação como essa! Afinal, isso não se resume a quem tem mais dinheiro. Estamos falando basicamente de uma mudança estrutural, em que a tecnologia passa a ter um papel estratégico central, e não apenas uma presença pontual na operação.

Mas por onde começar? Selecionamos 10 dicas que você precisa saber para começar a transformação no seu negócio o quanto antes. Confira!

1 – Aposte no Home Office

Muitas tarefas não perdem em absolutamente nada quando são realizadas de forma remota. Aliás, muito pelo contrário! Em alguns casos, a produtividade é ainda maior. Ainda é possível diminuir gastos com transporte, aluguel de salas, contas de luz, material de escritório, entre outros benefícios.

Já exploramos bastante o tema aqui no blog, então se você quer saber ainda mais sobre produtividade e as vantagens de trabalhar em co-working, confira aqui e aqui!

2 – Dê atenção à experiência do cliente (CX)

Quando falamos em cliente, temos que ser muito (mas muito!) cuidadosos com o serviço que oferecemos, desde o contato inicial até o pós-venda, passando pelo atendimento em uma loja física ou virtual, pelos sites institucionais e também nas mídias sociais. Todo e qualquer contato com o cliente é determinante para uma avaliação, então é imprescindível oferecer um serviço rápido e de qualidade.

Quer saber como o CX está ditando os negócios digitais? Clique aqui e confira!

3 – Faça uso de sistemas ERP

O ERP (Enterprise Resource Planning) é um sistema de gestão necessário para uma série de atributos digitais dentro de uma empresa. Esse software centraliza as informações de todos os setores em uma plataforma única, controlando dados em tempo real, automatizando processos, reduzindo custos e dando mais segurança ao armazenamento de conteúdo.

Além disso, também contribui para que o líder tenha à sua disposição relatórios gerenciais e diagnósticos de sua empresa em tempo real, tomando decisões estratégicas de forma eficiente e rápida. Com tantos benefícios oferecidos, já deu para perceber que o ERP pode ser a melhor solução para você, né?

4 – Confie na Nuvem

Como garantir a segurança e a integridade de sua informação, bem como ganhar pontos em mobilidade e agilidade? A resposta é simples: coloque seus dados na nuvem!

Imagine ter acesso à planilhas, relatórios e outros documentos no meio de uma reunião com o cliente? Isso é possível com a nuvem! Basta ter uma conexão online. Simples, né?

No momento de escolher a melhor cloud para o seu negócio, é normal surgir algumas dúvidas como conexão ou capacidade. Confira aqui o artigo completo que elaboramos e escolha com excelência! Ah, e se você está curioso para acompanhar as atualizações da nuvem, conheça a nova geração Cloud 2.0 aqui.

5 – Se aproprie do Big data e Open data

Um elemento bastante associado à economia digital é o tal do big data. Provavelmente você já ouviu falar, né? Essa tecnologia é capaz de colher uma quantidade massiva de informações da internet, usando supercomputadores e softwares especiais para processar dados e transformá-los em informações úteis e relevantes para a empresa. Isso pode ser importante tanto para mapear o comportamento de clientes quanto para conhecer o real potencial de um determinado mercado, por exemplo.

Essa crescente importância dos dados traz à imagem o conceito de “open data” (dados abertos). Esse surgiu da necessidade de estruturação e disponibilização dos dados públicos para fornecer informações com valor analítico para o público geral. A ideia é que os dados devem estar disponíveis para que todos usem e publiquem, sem restrições de direitos autorais e patentes ou outros mecanismos de controle.

6 – Utilize o Open Banking

O sistema bancário aberto também conhecido como “Open Banking” é uma prática bancária digital que fornece aos prestadores de serviços financeiros acesso aberto a dados bancários de terceiros, transações e outros dados de bancos e instituições financeiras não bancárias por meio do uso de interfaces de programação e aplicativos (APIs), sem comprometer a privacidade e a segurança das partes envolvidas.

O Open Banking já está se tornando uma importante fonte de inovação, pronta para remodelar o setor bancário e criar um ecossistema de dados abertos, orientado a ofertas de suporte centradas no cliente. Por isso, esse é um grande passo para o panorama da nova economia digital que se inicia! Clique aqui e saiba como utilizá-lo no seu negócio.

7 – Coloque a Inteligência Artificial e o Deep Learning nas suas operações

A inteligência artificial já não é mais algo futurista, é uma realidade e já está presente em muitos processos da atualidade! Inclusive, ela pode até mesmo salvar nossas vidas, entenda!

Quando pensamos em Inteligência Artificial é comum que nos venha à mente aquelas cenas de filme, onde um robô é capaz de “ganhar vida”, certo? Não muito distante disso, a IA é capaz de “ensinar” qualquer dispositivo a combinar informações para raciocinar e executar determinada atividade, usando o que chamamos de Inteligência Artificial! Incrível, né?

Já o Deep Learning é uma tecnologia que faz parte do Machine Learning, que por sua vez pertence às várias tecnologias que integram a Inteligência Artificial. Como o nome já diz, é um “aprendizado profundo” que tenta simular a mente humana, aprendendo a identificar algo de maneira muito mais rápida que o “normal”.

Diante dos ganhos obtidos com a IA e suas derivações, a maioria das empresas já está investindo nessa tecnologia. Segundo um estudo da consultoria Gartner, em 2020 cerca de 85% das interações dos consumidores com as marcas será feita por meio da Inteligência Artificial e suas ferramentas. Então, acompanhe toda e qualquer novidade sobre o assunto!

8 – Entre na era Mobile Only

Nos dias de hoje, os usuários esperam experiências digitais cada vez melhores e mais rápidas – e o mobile não é exceção.

O termo “mobile only” está relacionado às pessoas que só usam dispositivos móveis, como celular e tablet, para navegar na internet por um período maior do que um mês no ano. Nesse contexto, as audiências destes dispositivos já ocupam o segundo lugar de preferência dos usuários, ficando atrás apenas do formato multiplataforma.

Nesse contexto, as grandes empresas estão olhando mais atentamente para as novas tecnologias, preocupando-se cada vez mais em pensar novas estratégias e formatos de produtos que sejam feitos apenas como aplicações mobile, tendo como base a experiência completa e satisfatória do usuário.

O termo “mobile first” já ficou para trás! Tendo o “mobile only” como prioridade, chegou o momento de adaptar a sua plataforma para os dispositivos móveis levando a melhor experiência ao cliente. Entenda mais sobre o tema aqui!

9 – Conecte-se: a IoT é o futuro!

Como você está lendo este post agora? Pode estar no computador, no celular, talvez em um tablet, mas, independentemente do dispositivo que você estiver usando, ele está definitivamente conectado a internet.

O ponto é que conectar as coisas a internet gera muitos benefícios surpreendentes, não é mesmo? Todos nós conseguimos ver esses benefícios facilmente em nossos dispositivos móveis, mas isso também é válido para todo o resto das coisas. E sim, queremos dizer tudo!

A Internet das Coisas, ou “IoT”, abreviadamente do inglês, significa estender o poder da internet além dos computadores e smartphones para toda uma gama de outros dispositivos, processos e ambientes. Essas coisas “conectadas” são usadas para coletar informações, enviar informações de volta ou ambas.

Por que a IoT importa? A IoT fornece às empresas e às pessoas uma melhor compreensão e controle sobre os 99% de objetos e ambientes que permanecem além do alcance da internet. E, ao fazer isso, permite que as empresas e as pessoas estejam mais conectadas ao mundo ao seu redor e realizem um trabalho mais significativo e de nível superior.

Se você tiver interesse em se aprofundar mais nesse universo do IoT, nós entrevistamos três especialistas da área para esclarecer melhor alguns pontos importantes. Clique aqui e fique ligado!

10 – Por fim, entenda a LGPD!

Primeiramente, você sabe o que é a LGPD? É a sigla para Lei Geral de Proteção de Dados, sancionada com o objetivo de aumentar a privacidade de dados pessoais e o poder das entidades reguladoras para fiscalizar organizações. O documento altera o Marco Civil da Internet e chega em uma época propícia, marcada pela expansão da Transformação Digital e suas consequências.

O não cumprimento dessas obrigações pode acarretar em multas altíssimas que chegam até mesmo a R$ 50 milhões por infração. E, ainda que essa prática coloque o Brasil no grupo dos países considerados adequados na proteção à privacidade dos cidadãos, a expectativa é que haja bastante dificuldade na adaptação a lei, em relação ao planejamento dentro das corporações.

Sendo assim, é imprescindível entender cada aspecto da lei para se adequar de forma correta à essa nova economia digital. Separamos dois artigos onde explicamos mais a fundo esses detalhes. Confira aqui e aqui!

Se você chegou até aqui, aproveite para ler também >

Live University – Ebusiness

Se deseja aprimorar seus conhecimentos na área de TI e acompanhar as tendências, você está no lugar certo! Conheça os cursos de Ebusiness, a escola de Tecnologia da Informação da Live University. Aqui você encontra workshops, eventos, MBA, pós-graduação e muito mais. Clique aqui e comece já a sair da teoria e aplicar na prática!

Você pode gostar também:

Deixe seu comentário

avatar

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Calendário de Eventos

Maratona de Supply Chain SP

20, 21 e 27 de Julho

Local: Grand Mercure Vila Olímpia.

Prêmio Inbrasc

10 de Setembro

Local: Villa Bisutti Gomes de Carvalho

Fórum de IM SP

15 e 16 de Outubro

Local: Grand Mercure Vila Olímpia.

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

MBA Online

O virtual mais real que você já viu! O formato online da LiveU acontece ao vivo e durante as aulas é possível tirar suas dúvidas...

Prêmio Confeb 2019

Mulheres foram destaque no Prêmio Confeb 2019. Organizado pela LiveU, o evento reuniu grandes profissionais das áreas Fiscal...

Reforma Tributária

A Reforma Tributária é um dos assuntos mais em alta no país. E para falar sobre o futuro dos tributos no Brasil, Alex Leite...

Congresso LATAM

Já pensou em aplicar Inteligência Artificial nos seus negócios? Atenção, porque muita gente já começou!

Meios de pagamento

Saindo do clássico boleto, os novos Meios de Pagamento representam o jeito mais simples e tecnológico de pagamento...

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!