LiveCast#66 | Data-Driven: a cultura de dados no Marketing Digital

Viviane Burdinski

Viviane Burdinski

A Samsung é uma das maiores empresas de eletrônicos do mundo. Fundada em 1938 na Coréia do Sul, inicialmente atuava na exportação de alimentos, e foi aos poucos migrando de setor até chegar em uma grande produtora de televisores, computadores, aparelhos celulares e eletrodomésticos. 

No final dos anos 80, a companhia inaugurou uma divisão de tecnologia da informação, chamada de Samsung SDS. A princípio criada apenas para suporte interno, foi crescendo em expertise e logo passou a prestar serviços para outras negócios, se tornando uma divisão B2B (business to business) da multinacional. 

A importância da inteligência de dados

Com operação em mais de 40 países, a Samsung SDS utiliza plataformas avançadas de análise, inteligência artificial e tecnologias blockchain. As possibilidades são inúmeras. Passamos do momento enaltecia apenas a coleta de análise de dados. “Hoje, a parte de BI (business intelligence) e Data analytics, é um investimento chave para as grandes organizações”, explica Gabriel Reynard, Gerente de Marketing B2B na Samsung SDS Latin América.

Para isso, é preciso estar atento à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). A utilização de determinados artifícios como reconhecimento facial, por exemplo, depende da coleta de dados pessoais e, portanto, é preciso que haja a autorização das pessoas envolvidas. Nesse caso, o recomendado é sempre trabalhar o desenvolvimento dos projetos com o acompanhamento da equipe jurídica, para evitar problemas futuros. 

Confira aqui o episódio completo!

 

Você pode gostar também:

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

Supply Talks#02

No Supply Talks#02, os hosts Alex Leite e Cássio Azevedo tiveram um bate-papo com a convidada Mônica Granzo, Founder e CEO da Smarkets.

LiveCast#62

No LiveCast#62, os hosts Henrique Gasperoni e Alex Leite tiveram um bate-papo com a convidada Mariel Orsi Gameiro, Conselheira no CARF e com o co-host Ronaldo Apelbaum, CEO e Sócio Fundador da APGI Advogados

Supply Talks#01

No Supply Talks#01, os hosts Alex Leite e Henrique Gasperoni tiveram um bate-papo com o convidado Eduardo Nishimoto, Head Comercial e BU Supply na Autopel, empresa focada em prover soluções para automação em suprimentos.

3 PRINCÍPIOS para desenvolver novas competências com Alex Leite

Discutido por pensadores e profissionais, a competência é a capacidade resultante de profundo conhecimento que alguém domina sobre certo assunto, gerando benefícios para uma pessoa ou organização. Mas você sabe como adquiri-la?

Pico-fim e a experiência do cliente com Rafael Scucuglia

A experiência do cliente, de forma resumida, pode ser definida como um conjunto de emoções vividas pelo consumidor nas interações com a empresa, produto, marca ou serviço, ao longo de sua jornada. Mas, como saber a relevância dessas interações na memória do cliente, quando precisam ser acessadas para tomar novas decisões?

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!