Liderança Feminina – Entenda os benefícios da diversidade de gênero para a sua empresa

Viviane Burdinski

Viviane Burdinski

Enquanto 60% da população ocupada com nível superior é de mulheres, temos 97% dos cargos de CEOS ocupados por homens. Esses números alarmantes foram apresentados pelo Linkedin em pesquisa realizada em 2019 (Liderança Feminina sem Atalhos).

Em comparação a um homem, uma mulher é 1,7 vezes mais propensa a não ser considerada para uma oportunidade porque é percebida como não flexível e baixo comprometimento; além de ser taxada como emotiva, demasiadamente assertiva e agressiva. Isso reflete na sua remuneração, sendo ela 1,6 vezes mais propensa a receber um salário menor que os homens em posições semelhantes. 

Ainda de acordo com essa pesquisa, nos últimos três anos, a liderança sênior recebeu o seguinte feedback sobre potencial de promoção: 

Preciso mudar o estilo– 35% em mulheres contra 28% em homens.

Preciso de conquistas mais concretas ligadas aos resultados de negócios– 26% em mulheres contra 16% em homens

Preciso ser mais estratégico/visionário– 38% em mulheres contra 28% em homens. 

Diferenças nas habilidades de liderança?

 

O curioso desses números, é que em estudo realizado pela DDI (Development Dimensions International) com mais de 10 mil líderes globais, homens e mulheres foram igualmente qualificados em motivadores de negócios em relação a habilidades, tanto hard quanto em soft skills. Ou seja, não foi encontrada absolutamente nenhuma diferença entre eles no que diz respeito às habilidades de liderança. 

Apesar de toda a resistência que as mulheres encontram para ocupar cargos de gestão, os números provam o quanto elas podem ser benéficas no mundo dos negócios. Após analisar cerca de 13 mil empresas de 70 países em cinco regiões diferentes, a OIT constatou que quase 60% das corporações que apoiam as iniciativas de diversidade de gênero apresentam melhores resultados comerciais, apresentando aumento nos lucros e na produtividade. 

Será que nos próximos anos esse cenário pode mudar e veremos as mulheres recebendo as oportunidades que de fato merecem no mercado de trabalho? Danieli Wegermann, Professora de Gestão Estratégica de Pessoas na Live University, acredita que sim. ”Sou otimista. A geração Z já tem um paradigma de mundo em que esse tipo de comportamento é considerado como errado. Tenho certeza que eles vêm para provocar algumas transformações muito importantes nesse sentido”, explica. 

Clique aqui para assistir a palestra na íntegra

 

Você pode gostar também:

Acompanhe as tendências do mercado!

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por e-mail

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

MBA Online

O virtual mais real que você já viu! O formato online da LiveU acontece ao vivo e durante as aulas é possível tirar suas dúvidas...

Prêmio Confeb 2019

Mulheres foram destaque no Prêmio Confeb 2019. Organizado pela LiveU, o evento reuniu grandes profissionais das áreas Fiscal...

Reforma Tributária

A Reforma Tributária é um dos assuntos mais em alta no país. E para falar sobre o futuro dos tributos no Brasil, Alex Leite...

Congresso LATAM

Já pensou em aplicar Inteligência Artificial nos seus negócios? Atenção, porque muita gente já começou!

Meios de pagamento

Saindo do clássico boleto, os novos Meios de Pagamento representam o jeito mais simples e tecnológico de pagamento...

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!