Gestão de compras 4.0

Viviane Burdinski

Viviane Burdinski

Uma das principais companhias de varejo farmacêutico, o Grupo DPSP nasceu da fusão das Drogarias Pacheco com a Drogaria São Paulo. São cerca de 1.400 lojas, espalhadas por nove Estados brasileiros, mais o Distrito Federal. 

O setor de compras do grupo, assim como é comum nas empresas de varejo, assumia um papel pouco estratégico, com a missão apenas de atender as demandas mais operacionais. Para transformar esse departamento e incluí-lo de fato como um centralizador, diversos passos precisaram ser implementados. “Não foi um processo fácil. Ainda havia a resistência de uma parte da diretoria, mas com a chegada da pandemia, tudo foi acelerado e conseguimos implementar”, afirma Lucas Monteiro Amado, Executivo de Compras da DPSP. 

Centralizando os processos para aumentar a produtividade

 

Como as compras não eram centralizadas, não havia acompanhamento dos contratos e não era possível mensurar com exatidão quanto do orçamento designado estava em uso. A utilização de uma ferramenta de tecnologia que registra cada passo desde a solicitação até o fechamento de uma negociação, trouxe grandes benefícios. 

O grupo optou por não contratar uma consultoria. Toda a implementação tecnológica foi feita em parceria com a equipe de TI, respeitando o ritmo e conhecimento dos processos internos. É um caminho árduo e trabalhoso, mas que sem dúvidas traz seus frutos. 

Hoje é possível saber exatamente em que setor determinado contrato parou, e solicitar ao gerente de cada departamento a agilidade do processo. Além disso, os valores exatos de saving em cada negociação conseguem ser calculados. 

Designando as etapas operacionais aos softwares, a equipe de compras teve um grande aumento na produtividade, o que tornou possível adotar uma visão muito mais estratégica e participar ativamente das decisões da empresa. “Antes a gente tinha que bater na porta e pedir licença para entrar. Hoje não. Hoje as áreas abrem a porta pra gente e nos convidam para entrar”, explica Monteiro. 

Elevar o departamento de compras ao papel de protagonista traz diversos ganhos para a empresa. A otimização da experiência pode ser sentida de forma positiva desde os colaboradores, até os clientes. A facilitação da comunicação, gera transparência e termina criando uma relação de muita confiança entre a empresa e seus fornecedores. O impacto pode ser sentido de várias maneiras, inclusive financeiramente. 

Clique aqui para conferir a palestra na íntegra

 

Você pode gostar também:

Acompanhe as tendências do mercado!

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por e-mail

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

MBA Online

O virtual mais real que você já viu! O formato online da LiveU acontece ao vivo e durante as aulas é possível tirar suas dúvidas...

Prêmio Confeb 2019

Mulheres foram destaque no Prêmio Confeb 2019. Organizado pela LiveU, o evento reuniu grandes profissionais das áreas Fiscal...

Reforma Tributária

A Reforma Tributária é um dos assuntos mais em alta no país. E para falar sobre o futuro dos tributos no Brasil, Alex Leite...

Congresso LATAM

Já pensou em aplicar Inteligência Artificial nos seus negócios? Atenção, porque muita gente já começou!

Meios de pagamento

Saindo do clássico boleto, os novos Meios de Pagamento representam o jeito mais simples e tecnológico de pagamento...

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!