A crise te deixou para trás? Saiba como reagir

Live University - Live Rh

Live University - Live Rh

Crise? Palavra que gostamos de ouvir! #soquenao

Na verdade, ninguém gosta de passar por uma crise, não é? Mas às vezes ela acontece, não tem jeito, e pode nos pegar despreparados. Desta vez, a crise econômica foi uma pancada grande na carreira de muitos profissionais. Então, como correr atrás do prejuízo e conseguir uma nova oportunidade no mercado de trabalho? Vamos lá!

Se você acredita que só a crise atrapalhou os seus planos, está muito enganado. A tecnologia está a todo vapor e acompanhar as mudanças no mercado de trabalho é um grande desafio para muitos profissionais. E aí, mudar de carreira? Abrir um negócio próprio? Ser freelancer? Como reagir às transformações? Qual perfil de profissionais que as empresas estão em busca?  “Take a breath” e acompanhe algumas dicas.

Repaginada

Para sobreviver no mercado de trabalho é preciso aceitar que ele mudou, e mudou muito! As exigências são outras e você precisa se adaptar a elas. Senão pode cair em um negócio que nunca se imaginou fazendo. O que pode ser algo surpreende ou devastador. Depende do seu empenho e criatividade para transformar as coisas ao seu redor em boas oportunidades.

Segundo a nossa professora Adriana Mattos, especialista em desenvolvimento de pessoas, “é preciso repensar a carreira como se você estivesse repaginando e revisitando toda sua carreira, saindo do paradigma de que você sabe de tudo, pois você pode ter muita experiência, mas o mundo evolui”.

 “A nossa inteligência é sempre capaz de se reinventar e está sempre reciclando ideias”  

O mundo está em constante transformação por conta das novas tecnologias. Mas como você se vê neste cenário? Você está acompanhando as mudanças na sua área? Já sabe o que vai ser dela no futuro? De que maneira outros negócios podem agregar ao seu? O que é preciso para melhorar e se tornar mais visível no mercado? Como se qualificar? Você domina o que faz para se destacar em uma entrevista, por exemplo?

Trace um caminho

A busca por um caminho de desenvolvimento deve começar com muita automotivação, vontade de desenvolvimento e, claro, pela qualificação. Ficar atento às mudanças, às oportunidades do mercado e se inscrever em muitos sites de vagas é quase que uma obrigação.  As chances não são grandes, mas pode acontecer de você ser pescado num oceano de oportunidades. Também é aconselhável que você busque pessoas inseridas na área escolhida para ouvir delas qual o melhor caminho para se recolocar.

De acordo com a especialista Adriana “buscar pessoas que tenham uma relação com você que conheçam sua história, sua carreira e tenham uma visão sobre a sua postura ajuda muito. As pessoas são sempre produto de alguma relação. Elas criam teias e caminhos de conhecimento profissionais e indicações, construindo assim a rede de networking”.

Momento profissional

A idade e momento profissional acabam direcionando a sua carreira, qual postura adotar em uma entrevista, por exemplo. Agora quando você já trilhou uma carreira longa e construiu uma experiência concreta, é bem provável que tenha uma cadeia de networking forte. Sendo assim, segundo a professora Adriana “é importante fazer um balanço de tudo aquilo que já se viveu profissionalmente e ver novas possibilidades a partir disso”.

As carreiras são múltiplas. Isso significa que a partir de uma área há um leque de possibilidades que talvez não tenha enxergado quando começou. A partir do momento em que você repensa outras formas, você atualiza a maneira como faz o seu próprio trabalho. No momento de uma entrevista, por exemplo, a idade pode guiar as suas respostas.

No início da carreira não é aconselhável dizer que você pode contribuir com a sua bagagem, sendo que ela não existe ainda. Mas você pode dizer que está estudando, tem energia, garra e vontade para apoiar a empresa. Aos 30 e 40 anos, já é cabível dizer que você pode agregar com o seu crescimento e experiência que foi acumulando. Depois disso, dependendo do cargo disputado, olhe do ponto de vista do que você viveu, pois a experiência é o principal ativo e faz toda diferença nesse momento.

O que o mercado espera de você

O profissional é contratado pelas suas habilidades técnicas, mas é demitido pelo seu comportamento. Isso é mais frequente do que você imagina. A capacidade de se relacionar e transitar diversas áreas, ter um bom relacionamento interpessoal e ser flexível garante a você uma permanência maior na empresa que te contratou.

A empresa hoje está vulnerável ao mercado, aos impactos econômicos, tendo em vista os efeitos da globalização que impactam empresas do mundo inteiro. Portanto, é imprescindível que o profissional seja altamente adaptável, saiba entender as dores de áreas diferentes.

O que rege é o seu talento, e é ele que cria um peso maior. Quando você faz uma análise e sabe que é bom mesmo em algo, quanto mais você se especializar, melhor você fica e a chance de se destacar aumenta exponencialmente. Não dá para ser bom em tudo, e aquilo que te desperta interesse, aprenda para aumentar o seu leque de conhecimento.

“Naquilo que você é bom fique excelente, porque ninguém te alcança”

Altos e baixos

A imprevisibilidade e instabilidade do mercado de trabalho causam muita insegurança e medo nas pessoas. Além disso, lidar com as crises na carreira é um grande desafio, principalmente, para quem está afastado do mercado. A questão é que quanto maior o tempo sem emprego, menor é a chance de recolocação.

É verdade que a recessão econômica pegou muita gente em cheio e jogou para fora do mercado de trabalho. Empresas faliram – o que causou cortes absurdos de funcionários -, aumentou a concorrência enquanto a oferta de emprego diminuiu e a queda de contratação via CLT gerou um aumento significativo de trabalhos informais. Esses são alguns fatores que acentuam o cenário de desemprego.

Todos sofrem com a escassez de emprego, dos jovens aos mais velhos. As dificuldades ainda aumentam para quem está na idade avançada (entre 50 e 59 anos). Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o desemprego chegou a atingir 13 milhões de pessoas nos últimos três anos. A situação chega a ser dramática, pois muitos foram demitidos e não conseguem mais voltar ao mercado de trabalho.

Porém temos que ter a consciência das crises que podem ocorrer. Adriana explica que “a preparação é a certeza de que tudo muda e que as crises estão sempre por vir. A gente se prepara tendo a certeza que o futuro é incerto e que precisamos estar preparados para altos e baixos. Temos que encher a mochila de experiência e também resiliência, pois somos capazes de ser flexíveis e adaptáveis para conseguir contornar situações”.

Você pode gostar também:

Acompanhe as tendências do mercado!

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por e-mail

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

MBA Online

O virtual mais real que você já viu! O formato online da LiveU acontece ao vivo e durante as aulas é possível tirar suas dúvidas...

Prêmio Confeb 2019

Mulheres foram destaque no Prêmio Confeb 2019. Organizado pela LiveU, o evento reuniu grandes profissionais das áreas Fiscal...

Reforma Tributária

A Reforma Tributária é um dos assuntos mais em alta no país. E para falar sobre o futuro dos tributos no Brasil, Alex Leite...

Congresso LATAM

Já pensou em aplicar Inteligência Artificial nos seus negócios? Atenção, porque muita gente já começou!

Meios de pagamento

Saindo do clássico boleto, os novos Meios de Pagamento representam o jeito mais simples e tecnológico de pagamento...

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!