ilustração para artigo sobre como desenvolver habilidades de liderança

5 habilidades indispensáveis para líderes em tempos de crise

Agir como um líder requer habilidades que nem sempre nascem consigo mesmo. Ao assumir uma equipe, é fundamental conhecê-la para entender quais perfis compõe o time e encontrar um meio de produtividade que funcione para todos.

Se o dia a dia já é um desafio, imagine só liderar em períodos de crise sem saber por onde seguir? Nesse momento, as habilidades já presentes requerem uma presença ainda mais forte, seja para fortalecer o relacionamento com o time ou lidar com as mudanças repentinas no negócio.

E se você chegou até aqui é porque está disposto a fazer a diferença onde trabalha. Então vamos desenvolver habilidades de liderança na prática? Continue lendo e conheça-as de perto!

1. Perfil de execução

Em qualquer organização é esperado que o gestor seja responsável por olhar com mais atenção para a parte estratégica. No entanto, em períodos incertos, é dever dele também trabalhar na operação ao lado da equipe. Em outras palavras, é preciso colocar a mão na massa e fazer acontecer!

Essa atitude traz uma relação ainda mais próxima do líder com os colaboradores, que se sentem seguros e até mesmo protegidos para desempenhar suas funções alinhadas a uma gestão que os instrui e estimula na entrega das atividades.

2. Presença e adaptação

A equipe está enxuta? Então a presença é mais do que necessária! Crises nos exigem adaptação e, para continuar entregando os resultados, é preciso assumir riscos para manter a “máquina rodando” e atingir as metas.

Se a empresa onde trabalha tem a cultura de assumir riscos, esse desafio vai ser um pouco mais fácil para você. Tenha em mente que desenvolver habilidades de liderança é um processo contínuo, sem começo, meio e fim.

3. Liderança humanizada

Quantas vezes você já ouviu a frase “Os funcionários abandonam seus chefes e não as companhias onde trabalham”? Essa afirmação tem se tornado uma realidade absoluta no meio profissional.

Segundo um levantamento da consultoria de recrutamento Michael Page, 8 em cada 10 profissionais pedem demissão por causa do chefe. A partir desse dado, podemos observar que uma equipe eficiente sucede, antes de tudo, uma gestão eficiente!

Um bom gestor não é ser amigo da turma ou adotar uma posição linha dura, pelo ao contrário, é conversar com a equipe, alinhar expectativas e priorizar por uma liderança humanizada. O relacionamento deve ser bom para ambos!

4. Controle emocional

Nenhum líder é um robô. No entanto, é fundamental pensar antes de agir e ter controle das emoções. Em momentos conturbados, a pressão aparece de todos os lados e é responsabilidade do gestor controlá-las para não haver desgaste próprio e da equipe.

Ansiedade, medo e até mesmo pânico são sentimentos que atingem inúmeros profissionais em momentos difíceis, inclusive os líderes! No entanto, é preciso ficar atento à saúde mental para que essa condição não vire uma doença.

5. Comunicação

Imagine a quantidade de informações que não surgem em tempos de crise. E para evitar ruídos de comunicação, reuniões constantes são fundamentais para alinhar as mensagens entre líder e equipe.

É dever do líder encontrar uma alternativa transparente para ouvir e transmitir as mensagens de forma transparente, realista e contínua considerando o perfil da equipe. A dinâmica do Home Office reforçou ainda mais a importância da comunicação. Por isso, marque reuniões semanais e mantenha contato diariamente com seus colaboradores!

Conclusão

Desenvolver habilidades de liderança é uma prioridade contínua. A partir de uma boa gestão é possível observar diversos benefícios para o líder e a equipe, como boa comunicação, colaboradores estimulados, expectativas alinhadas e resultados entregues!

Você pode gostar também:

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

Supply Talks#02

No Supply Talks#02, os hosts Alex Leite e Cássio Azevedo tiveram um bate-papo com a convidada Mônica Granzo, Founder e CEO da Smarkets.

LiveCast#62

No LiveCast#62, os hosts Henrique Gasperoni e Alex Leite tiveram um bate-papo com a convidada Mariel Orsi Gameiro, Conselheira no CARF e com o co-host Ronaldo Apelbaum, CEO e Sócio Fundador da APGI Advogados

Supply Talks#01

No Supply Talks#01, os hosts Alex Leite e Henrique Gasperoni tiveram um bate-papo com o convidado Eduardo Nishimoto, Head Comercial e BU Supply na Autopel, empresa focada em prover soluções para automação em suprimentos.

3 PRINCÍPIOS para desenvolver novas competências com Alex Leite

Discutido por pensadores e profissionais, a competência é a capacidade resultante de profundo conhecimento que alguém domina sobre certo assunto, gerando benefícios para uma pessoa ou organização. Mas você sabe como adquiri-la?

Pico-fim e a experiência do cliente com Rafael Scucuglia

A experiência do cliente, de forma resumida, pode ser definida como um conjunto de emoções vividas pelo consumidor nas interações com a empresa, produto, marca ou serviço, ao longo de sua jornada. Mas, como saber a relevância dessas interações na memória do cliente, quando precisam ser acessadas para tomar novas decisões?

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!

🚀 O evento começa em:

Dias
Horas
Minutos