Como a Iguá Saneamento trabalha a inovação em Supply Chain

Viviane Burdinski

Viviane Burdinski

A Iguá é uma empresa de saneamento que tem como propósito fornecer o melhor serviço do segmento no Brasil. Possui 18 operações em 5 Estados diferentes, mais de 2 mil colaboradores, que atendem cerca de 6 milhões de clientes. 

Um dos pilares da companhia é a inovação. A corporação aposta e investe para fomentar esse valor entre os seus funcionários. Uma das iniciativas promovidas pela Iguá é um Fórum, onde é possível apresentar suas ideias, que serão premiadas e encaminhadas para a prática. “A gente tem espaço para todos os níveis contribuírem. Nós vamos lançar agora junto com a nova intranet da companhia, um espaço para qualquer encanador, qualquer um que está em campo, gravar um vídeo rápido com alguma solução que tenha dado para um problema. E o mais importante, isso não vai para um lugar onde vai ficar esquecido. A gente arquiva, faz uma apuração e depois tem o reconhecimento”, explica Murillo Borges, Diretor de Operações na Iguá Saneamento

Criando uma cultura de inovação

Depois de apresentadas as ideias, é preciso compreender se existe a estrutura para desenvolver essa solução internamente. Caso não haja, é feito o contato com Startups e encaminhado o projeto para rodar de forma externa. 

Trata-se de um processo cíclico, que imprime uma nova cultura na empresa. É quase como criar um ambiente de inovação. Dentro desse contexto, o departamento de Supply Chain se destaca, porque naturalmente o profissional da Cadeia de Suprimentos transita entre muitos setores internos, e acaba se tornando um porta-voz da empresa externamente. 

Por isso, pensar em iniciativas que trazem de forma natural a cultura de inovação dentro desse setor costuma trazer grandes resultados. 

 Clique aqui para assistir a palestra na íntegra

 

Você pode gostar também:

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

Supply Talks#02

No Supply Talks#02, os hosts Alex Leite e Cássio Azevedo tiveram um bate-papo com a convidada Mônica Granzo, Founder e CEO da Smarkets.

LiveCast#62

No LiveCast#62, os hosts Henrique Gasperoni e Alex Leite tiveram um bate-papo com a convidada Mariel Orsi Gameiro, Conselheira no CARF e com o co-host Ronaldo Apelbaum, CEO e Sócio Fundador da APGI Advogados

Supply Talks#01

No Supply Talks#01, os hosts Alex Leite e Henrique Gasperoni tiveram um bate-papo com o convidado Eduardo Nishimoto, Head Comercial e BU Supply na Autopel, empresa focada em prover soluções para automação em suprimentos.

3 PRINCÍPIOS para desenvolver novas competências com Alex Leite

Discutido por pensadores e profissionais, a competência é a capacidade resultante de profundo conhecimento que alguém domina sobre certo assunto, gerando benefícios para uma pessoa ou organização. Mas você sabe como adquiri-la?

Pico-fim e a experiência do cliente com Rafael Scucuglia

A experiência do cliente, de forma resumida, pode ser definida como um conjunto de emoções vividas pelo consumidor nas interações com a empresa, produto, marca ou serviço, ao longo de sua jornada. Mas, como saber a relevância dessas interações na memória do cliente, quando precisam ser acessadas para tomar novas decisões?

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!

🚀 O evento começa em:

Dias
Horas
Minutos