Cobertura de Estoque: Calcule sem medo de errar

Live University - Inbrasc

Live University - Inbrasc

Incerteza é a palavra da vez. Boa parte dos setores que compõem a cadeia de suprimentos sofre com a instabilidade econômica que tem tirado o sono dos brasileiros. E, quando o assunto é estoque, o quadro fica ainda pior.

Equilibrar oferta e demanda em tempos de crise tem se mostrado mais desafiador do que de costume. Neste cenário caótico, sai na frente aquele que se planeja – e um bom planejamento conta uma gestão efetiva do estoque, o que inclui implementar um estoque de segurança.

De todos os tipos de estoque, é o estoque de segurança – também conhecido por cobertura de estoque – que tem a função de proteger seu negócio contra as incertezas de suprimento e demanda que causam desequilíbrio na cadeia.

Imprevistos com o fornecedor, greves, interrupções em suas linhas de produção por falha de equipamentos ou, até mesmo, demanda não prevista. Tenho certeza que você já foi vítima de alguma dessas situações. Carlos Montagner, professor do Inbrasc, afirma que, a melhor forma de driblar as incertezas é aprender com elas: “Dificilmente deixaremos de lidar com algum tipo de incerteza, dado que as variáveis são muitas (econômicas, políticas, legais, sociais, etc) e, em muitos casos, totalmente fora do controle das organizações. Temos que aprender sobre o comportamento destas variáveis, e buscar a melhor solução para cada uma delas – ou alguma combinação entre elas – para minimizarmos os impactos sobre nossos inventários e, consequentemente, sobre o capital de giro empregado”.

Saber gerenciar o estoque e o estoque de segurança diminui o risco de falta de produto, o que aumenta a confiança dos clientes, mantém fluxo de capital e, consequentemente, maximiza o faturamento de sua empresa. Mas, a pergunta é, todo negócio precisa de estoque de segurança?

Minha empresa precisa de estoque de segurança?

A resposta para esta pergunta está em outras 3: Qual é a variabilidade da sua demanda? Qual é seu lead time de abastecimento? Que nível de serviço você deseja oferecer ao seu cliente final?

Variabilidade de Demanda

Qual é a procura de seu produto? Saber a resposta desta pergunta contribui com o objetivo central da logística, definido por Stock & Lambert, em 1994, por “Oferecer o produto certo, no lugar certo, no tempo certo, nas condições certas, pelo custo certo”.

A demanda é influenciada por diversos fatores, tais como preços, publicidade, clima, necessidades momentâneas do cliente, etc. Luciano Alves, Diretor de Planejamento Supply Chain na Coca-Cola FEMSA, afirma que a melhor maneira de se obter dados mais assertivos seria unir os times do comercial – marketing e vendas – e da previsão de demanda: “O melhor cenário seria aquele em que a área comercial trabalhasse em colaboração com a equipe de previsão de demanda, pois esse relacionamento traria maior assertividade para nossas previsões. Com isso, a área de Supply conseguiria ser mais precisa, tanto no planejamento de produção, como, também, na gestão dos estoques da cadeia. Essas medidas aperfeiçoariam o processo ou malha de atendimento, diminuindo significativamente os custos fixos e atenderia, da melhor forma, as necessidades de nossos clientes”.

São os dados diários angariados por estes setores que compõem o cálculo matemático para descobrir o desvio padrão de sua demanda. Se o resultado da conta mostrar uma amplitude pequena, ou seja, se não há variação significativa de sua demanda a cada mês, você pode não precisar de um estoque de segurança para se proteger das incertezas do mercado. No entanto, você pode utilizá-lo como estratégia de custo. Carlos ressalta: “Estude a variação de preço da sua matéria-prima. Se sua cadeia trabalha com produtos importados, por exemplo, lembre-se que o valor pode variar muito com os altos e baixos do dólar”.

Se o resultado mostrar uma amplitude de demanda grande, meu amigo, você está bobeando se ainda não investiu no estoque de segurança.

Lead Time de Abastecimento

Quanto tempo você demora a reabastecer? Para responder a esta pergunta, saiba quem são seus fornecedores e entenda quanto tempo eles demoram a reagir.

Estruturar a troca de informações entre sua empresa e seus fornecedores pode ser o fator chave para esta variável. No post “Gestão de Estoque: Conheça a iniciativa que promete reduzir custos e aumentar o nível de serviço” você pode aprender um pouco mais sobre o processo que facilita a comunicação entre as empresas.

Carlos nos propõe a imaginar o seguinte cenário: “Imagine que no estoque de sua loja de artigos de decoração havia 100 vasos. Alguém resolveu fazer uma grande reforma de última hora e comprou todos os 100. Se você liga para seu fornecedor pedindo por mais 100 e, de prontidão, ele te atende, é uma coisa. No entanto, se você está trazendo este produto da China – que chega a demorar de 3 a 4 meses – você precisa ter um estoque de segurança para garantir que não haja falta de produto nos próximos meses”.

 Nível de Serviço

Quanto você está disposto a investir em um serviço com estoque dedicado? Se você é alguém que exige um nível alto de serviço ao consumidor, saiba que terá de pôr a mão no bolso.

Quanto maior o nível de serviço, maior o nível de estoque de segurança para garantir que seus clientes sejam atendidos efetivamente.

Outro ponto a ser considerado é que nem todos os produtos merecem a mesma atenção e cuidado. Alguns produtos são críticos, mais importantes ou mais atrativos e, portanto, devem sempre compor a maior parte do seu estoque.

Carlos explica: “Imagine que você está com dor de cabeça, vai a uma farmácia em busca do remédio e o atendente diz que vai encomendar para daqui uma semana. O exemplo mostra que um remédio para dor de cabeça é um item crítico, que merece um lugar no estoque de segurança. Agora imagine que você está com sede e vai ao mercado em busca de Fanta. Chegando lá você se depara com a prateleira da Fanta vazia, mas, logo ao lado, vê uma variedade de refrigerantes e sucos. Com sede, você facilmente substitui a Fanta por uma Sukita ou suco de laranja, por exemplo. Isso mostra que o objeto não é crítico e que, talvez, não gere tanto estresse por parte do consumidor em caso de falta”.

ALERTA:É preciso ressaltar que a falta de qualquer produto, não importa qual seja, gera insatisfação, o que pode fazer com que você perca o cliente.

O fator de serviço é baseado na tabela estatística a seguir:

Nível de Serviço

Os dados dizem o seguinte: Vamos supor que você queira trabalhar com um nível de serviço de 99,99%. Se a cada mil vezes que alguém tenta comprar, você quiser entregar 999 vezes, é preciso ter – só de estoque de segurança – 3.6 vezes o estoque regular. Portanto, se você vende 100, você precisa ter 360 adicionais aos 100 que você já tem.

Como calcular o estoque de segurança?

Saber a variabilidade de sua demanda, seu lead time de abastecimento e o nível de serviço o qual deseja trabalhar não só torna efetiva – ou não – a implementação de um estoque de segurança, como também fornece os dados necessários para o calculá-lo. Aprenda como:

Fórmula:

Agora que já conhecemos todos os componentes, vamos à fórmula do estoque de segurança.

Fórmula

– Chamaremos de z o valor tabelado que indica o fator de serviço.

σd representará o desvio padrão da demanda.

– O lead time de abastecimento será representado por LT

Exemplo:

Rafael é o gerente de suprimentos de uma cadeia de lojas de brinquedo. Ele está estudando as políticas de compra e estocagem do vídeo game RawForce, muito vendido no momento.

Uma análise histórica dos últimos meses mostrou que o tempo de atendimento é praticamente constante em 10 dias e a demanda tem média de 1.240 unidades por dia, com desvio padrão de 375 unidades por dia.

Para níveis de segurança de 90% e 95%, o cálculo de seu estoque de segurança seria:

Resultado

Para facilitar, disponibilizamos uma planilha que ajuda a simular o nível de estoque de segurança em função das variáveis críticas (variação da demanda, tempo de abastecimento e nível de serviço desejado). Baixe agora:

[av_button label=’DOWNLOAD’ link=’manually,http://inbrasc.liveuniversity.com/wp-content/uploads/sites/8/Estoque-de-Segurança.xls’ link_target=” size=’medium’ position=’center’ icon_select=’no’ icon=’ue800′ font=’entypo-fontello’ color=’custom’ custom_bg=’#791866′ custom_font=’#ffffff’]

[av_button label=’DOWNLOAD’ link=’manually,#ppsShowPopUp_76′ link_target=” size=’large’ position=’center’ icon_select=’yes’ font=’entypo-fontello’ color=’#781866′ custom_bg=’#444444′ custom_font=’#ffffff’]

 

Você pode gostar também:

Acompanhe as tendências do mercado!

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por e-mail

Notícias do Mercado

Marketing em tempos de crise

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Home Office: como ser produtivo?

Todas as áreas das empresas precisam acompanhar e usufruir o que a tecnologia tem para oferecer. Esta é uma das premissas…

Fonte: Meio e Mensagem

Vídeos

MBA Online

O virtual mais real que você já viu! O formato online da LiveU acontece ao vivo e durante as aulas é possível tirar suas dúvidas...

Prêmio Confeb 2019

Mulheres foram destaque no Prêmio Confeb 2019. Organizado pela LiveU, o evento reuniu grandes profissionais das áreas Fiscal...

Reforma Tributária

A Reforma Tributária é um dos assuntos mais em alta no país. E para falar sobre o futuro dos tributos no Brasil, Alex Leite...

Congresso LATAM

Já pensou em aplicar Inteligência Artificial nos seus negócios? Atenção, porque muita gente já começou!

Meios de pagamento

Saindo do clássico boleto, os novos Meios de Pagamento representam o jeito mais simples e tecnológico de pagamento...

Fique atualizado!

Assine nossa News e fique por dentro das principais matérias da Live University

Fique por dentro das principais tendências do mercado!